©
I don’t care
Wearing a smile full of pain.
Às vezes, não é que esteja mal, apenas não estou bem.
Às vezes, quando fico calada é apenas uma maneira de “mostrar” que estou precisando de atenção, mas poucos conseguem perceber.
Ás vezes, mesmo quando estou fraca, meu amor continua forte.
Ás vezes, quando parece que será o fim, é apenas uma nova chance de fazer diferente. De fazer melhor.
Ás vezes, quando me afasto de todos, não é indiferença é apenas um momento meu, que preciso ficar só. Quem às vezes não precisa não é?
Ás vezes, mesmo sabendo que não irá “curar”, mas chorar sempre alivia.
Ás vezes, conversar com alguém que confiamos, parece diminuir a nossa dor.
Ás vezes, terremos que aceitar as coisas que não saem como queremos, sem questionar.
Ás vezes, devemos entender que existem amores que duram uma vida inteira, e outros apenas segundos.
Ás vezes, devemos sonhar um pouco, para fugir da nossa realidade.
Ás vezes, temos que aprender a não esperar tanto das pessoas. Com isso se decepcionaremos menos.
Ás vezes, temos que seguir a razão e não o coração. Principalmente quando já sabemos no que irá dar.
Ás vezes, mais só às vezes, é bom escutar um conselho.
Gosto da forma como você acelera meu coração, e de quando você o acalma também.
- Caio Fernando Abreu.  
Num dia éramos nós, no outro se desataram os nós
- Dois tons de amor. 
Crise de riso, crise de choro, crise de paixão, crise de tristeza. Eu vivo de crises.
- Caio Augusto Leite. 
Te garanto que vai sentir falta 7 dias por semanas, 24 horas por dia e se for mesmo amor, 365 dias por cada ano.
- Suavizou